A PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA SOBRE A TEORIA E A PRÁXIS DO PSICÓLOGO ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO NA VIRADA DO SÉCULO XXI

Sofia Urt

Resumo


O presente artigo trata-se de pesquisa teórica a respeito das contribuições da Psicologia às organizações de trabalho e da atuação do psicólogo organizacional e do trabalho, em publicações ocorridas na virada do século XXI. O objetivo geral foi conhecer a  produção científica brasileira da Psicologia voltada às organizações de trabalho, em seus aspectos teóricos e pragmáticos, no período compreendido entre os anos finais do século
XX e anos iniciais do século XXI. Para a sua consecução, primeiramente, foram pesquisados textos relacionados à temática da Psicologia Organizacional e do Trabalho, em bases de dados de publicações científicas. Foram encontrados 114 textos, dentre livros, artigos, teses, dissertações e monografias de graduação e pós-graduação. Dentre
esses textos, foi realizado um levantamento de publicações compreendidas entre 1997 e 2010 sobre o que vem sendo posto como teoria para subsidiar as práticas do psicólogo organizacional e do trabalho, assim como sobre as pesquisas realizadas na área da Psicologia Organizacional e do Trabalho (POT). Os resultados obtidos revelam que os textos que tratam da práxis da Psicologia nas organizações mostram que se mantêm
práticas tradicionais, quando do seu surgimento entre os séculos XIX e XX,
contrapondo a teoria e publicações que direcionam o fazer da Psicologia para atender às novas demandas das organizações, advindas da globalização.

Palavras-chave


Psicologia. Organização; Trabalho; Publicações científicas.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, J. E. B.; ZANELLI, J. C. Desafios metodológicos da pesquisa em Psicologia Organizacional e do Trabalho. Estud. psicol [online], 2002. Disponível em:

X2002000300001〈=pt>. Acesso em: 18 jun. 2012.

AZEVEDO, B. M. A.; CRUZ, R. M. O processo de diagnóstico e de intervenção do psicólogo do trabalho. Cad. psicol. soc. trab, v. 9, n. 2, p. 89-98, 2006. Disponível em:

. ISSN 1516-3717. Acesso em: 22 fev. 2012.

AZEVEDO, B. M.; BOLOME, S. P. Psicólogo organizacional: aplicador de técnicas e procedimentos ou agente de mudanças e de intervenção nos processos decisórios organizacionais? Rev. Psicol., Organ. Trab., Florianópolis, v. 1, n. 1, jun. 2001.

Disponível em:

&lng=es&nrm=iso>. Acesso em: 04 dez. 2012.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Atribuições profissionais do psicólogo no Brasil. 17 de outubro de 1992. Disponível em:

. Acesso em: 22 fev. 2012.

DITTRICH, A. Psicologia organizacional e globalização: os desafios da reestruturação produtiva. Psicol. cienc. prof. [online], v. 19, n. 1, p. 50-65, 1999. Disponível em:. Acesso em: 03 mar. 2012.

FREITAS, S. M. P.; GUARESCHI, N. M. F. A construção da pluralidade do conhecimento na formação e na prática do psicólogo no contexto do trabalho. Aletheia[online]. 2004, n.19, p. 75-88. Disponível em:. Acesso em: 04 dez. 2012.

GAGNO, A. P.; VENTURI, E. P. C. Atuação dos psicólogos que trabalham em empresas que desenvolvem programas de qualidade, IN: Interação, Revista do Departamento de Psicologia da UFPR, Curitiba, n. 6, jan./dez, 1997. Disponível em:

. Acesso em:20 nov. 2012.

GUANAIS, M. A. B. O trabalho e a qualidade total: contribuições do psicólogo organizacional. Estud. psicol [online], 2000. Disponível em:.

Acesso em: 18 jun. 2012.

IEMA, C. R. D. Um estudo teorico sobre a formacao do psicólogo organizacional no Brasil. Psicol. teor. Prát. v. 1, n. 1, p. 31-41, jan./jul. 1999. Disponível em:

. Acesso em: 04 dez. 2012.

SANTOS, E. C. M. Representações Sociais da Psicologia do Trabalho: o olhar de formandos em Psicologia da Universidade Federal do Pará. 2010. 129f. Dissertação

(Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal do Pará, UFPA, Belém, 2010. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2012.

SILVA, P. C.; MERLO, A. R. C. Prazer e sofrimento de psicólogos no trabalho em empresas privadas. Psicol. cienc. prof., Brasília, v. 27, n. 1, mar. 2007. Disponível em:

. Acesso em: 04 dez. 2012.

SCHULTZ, D. P.; SCHULTZ, S. E. História da psicologia moderna. 15. ed. São Paulo: Cultrix, 1992.

TONETTO, A. M. et al. Psicologia organizacional e do trabalho no Brasil: desenvolvimento científico contemporâneo. Psicol. Soc. [online], 2008. Disponível em:

〈=pt>. Acesso em: 18 jun. 2012.

VIEIRA, I. A. S. Inserção do psicólogo em organizações e no trabalho: uma análise da formação e atuação do psicólogo organizacional e do trabalho no Estado de Sergipe.

90f. Trabalho de Conclusão (Graduação em Psicologia) - Universidade Federal de Sergipe, UFS, São Cristóvão, 2006. Disponível em: . Acesso em: 04 dez. 2012.

ZANELLI, J. C.; BASTOS, A. V. B. Inserção profissional do psicólogo em organizações e no trabalho. In: ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J. E. BASTOS,A. V. B. (Orgs.). Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre:Artmed, 2004.




DOI: https://doi.org/10.21902/jbslawrev.%20foco.v9i2.242

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Foco (Journal of Business Studies and Law), e-ISSN: 1981-223X

Rua Chile, 1678, Rebouças, Curitiba/PR (Brasil). CEP 80.220-181

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.