POLÍTICAS DE INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO: uma análise sobre o caso de Lavras (MG)

José Vitor Palhares dos Santos, Thiago Lima Bahia Santos, Ana Augusta Almeida de Souza, Ricardo Braga Veroneze

Resumo


O artigo objetivou verificar as dificuldades e opiniões das pessoas com deficiência (PcDs) que estão inseridos no mercado de trabalho sobre as políticas de inclusão públicas e empresariais. Para tanto, foram realizadas entrevistas e grupos focais com pessoas com deficiência da cidade de Lavras (MG), formalmente inseridas no mercado de trabalho. Os resultados demonstraram que as dificuldades enfrentadas pelas PcDs vão muito além da implantação de políticas afirmativas. Percebeu-se que uma inclusão efetiva desses indivíduos necessita de ações conjuntas entre governo, empresas e sociedade, com vistas à erradicação do preconceito.


Palavras-chave


Pessoas com deficiência; Políticas públicas e privadas; Inclusão.

Texto completo:

PDF

Referências


BAHIA, Melissa Santos; SCHOMMER, Paula Chies. Inserção profissional de pessoas com deficiência nas empresas: Responsabilidades, práticas e caminhos. Organizações & Sociedade, v. 17, n. 54, art. 3, p. 439-461, 2010.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2011.

BEZERRA, Sérgio Sampaio; VIEIRA, Marcelo Milano Falcão. Pessoa com deficiência intelectual: a nova “ralé” das organizações do trabalho. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 52, n. 2, p. 232-244, 2012.

BRASIL. Lei n. 8.213, de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências. Diário oficial da União. Brasília, DF: Código civil.

CARVALHO-FREITAS, Maria Nivalda. A inserção de pessoas com deficiência em empresas brasileiras - Um estudo sobre as relações entre concepções de deficiência, condições de

trabalho e qualidade de vida no trabalho. 2007. 315f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Ciências Econômicas, Belo Horizonte.

CARVALHO-FREITAS, Maria Nivalda; TOLEDO, Isadora D’Ávila; NEPOMUCENO, Maristela Ferro; SUZANO, Janayna de Cássia Coelho; ALMEIDA, Luciana Alves Drumond. Socialização organizacional de pessoas com deficiência. Revista de Administração de Empresas, v. 50, n. 3, p. 264-275, 2010.

COMMONWEALTH OF AUSTRALIA. National Disability Strategy 2010–2020. Disponível

em.bAcesso em 02 mai. 2011.

FERREIRA, Jussara Suzi Assis Borges Nasses. Função social e função ética da empresa. Revista Jurídica da UniFil, v. 04, n. 2, p. 67-85, 2005.

GUIMARÃES, Paulo Ricardo Bittencourt. Métodos quantitativos estatísticos. Curitiba: IESDE Brasil SA, 2008.

HENDRICKS, Aart. UN Convention on the Rights of Persons with Disabilities. European Journal of Public Health, v. 14, p. 273, 2007.

IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo demográfico 2010: características gerais da população, religião e pessoas com deficiência, 2010. Disponível

em Acesso em: 15 jun. 2012.

INSTITUTO ETHOS. O que as empresas podem fazer pela inclusão das pessoas com deficiência. 2002. Disponível em:

Acesso em:10 jun. 2012.

LANNA JÚNIOR, Mário Cléber Martins (Comp.). História do Movimento Político das Pessoas com Deficiência no Brasil. Brasília (DF): Secretaria de Direitos Humanos. Secretaria Nacional

de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, 2010.

LOPES, Glaucia Gomes Vergara. A inserção do portador de deficiência no mercado de trabalho: a efetividade das leis brasileiras. São Paulo: LTr, 2005.

MTE. MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. Inclusão do trabalhador deficiente cresce ano a ano. 2011. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2012.

RICH, Robert; ERB, Christopher; RICH, Rebecca A. Critical legal and policy issues for people with disabilities. DePaul Journal of Health Care Law, v. 6, n. 1, 2002.

SARAIVA, Luiz Alex Silva; IRIGARAY, Helio Arthur Reis. Políticas de diversidade nasorganizações: uma questão de discurso?. Revista de Administração de Empresas, v. 49, n. 3, p.337-348, 2009.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão Social: O Novo Paradigma. Rede SACI, São Paulo 1997.

SILVA, Cristiane Rocha; GOBBI, Beatriz Christo; SIMÃO, Ana Adalgisa. O uso da análise de conteúdo como uma ferramenta para a pesquisa qualitativa: descrição e aplicação do método.

Organizações Rurais e Agroindustriais, v. 7, n. 1, p. 70-81, 2005.

TOLDRÁ, Rosé Colom; DE MARQUE, Cecília Berni; BRUNELLO, Maria Inês Britto. Desafios para a inclusão no mercado de trabalho de pessoas com deficiência intelectual:experiências em construção. Revista de Terapia Ocupacional. São Paulo, v. 21, n. 2, p. 158-165, 2010.




DOI: https://doi.org/10.21902/jbslawrev.%20foco.v8i2.219

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Foco (Journal of Business Studies and Law), e-ISSN: 1981-223X

Rua Chile, 1678, Rebouças, Curitiba/PR (Brasil). CEP 80.220-181

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.