Gestão Estratégica de Recursos Humanos: já se pode falar dela na Administração Pública em Moçambique?

Albino Alves Simione

Resumo


A gestão estratégica de recursos humanos no setor público constitui-se como desafio contemporâneo para a sustentabilidade dos programas de governo. Estratégias relacionadas à reforma da gestão de pessoal são recomendadas por vários praticantes, pesquisadores e organizações internacionais especializadas, com o propósito de que os governos as adotem para melhor gerir seus funcionários como meio de garantir resultados positivos. As recomendações propõem o uso de abordagens estratégicas na gestão de recursos humanos fundamentadas na modernização das respetivas políticas, inspiradas nas concepções da New Public Management que advogam uma administração mais eficiente baseada nas práticas aplicadas pelas empresas privadas. Porém, pairam questões sobre a aplicabilidade dessas recomendações, bem como sobre de que modo a gestão estratégica de pessoas, mecanismo pensado fundamentalmente para as empresas privadas, irá se efetivar na área pública. O ensaio foi baseado em uma revisão bibliográfica e documental e enfatiza o contexto do serviço público em Moçambique.


Palavras-chave


Recursos Humanos; Administração Pública; Gestão estratégica; Reforma administrativa

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21902/jbslawjbs.v12i3.21

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Foco (Journal of Business Studies and Law), e-ISSN: 1981-223X

Rua Chile, 1678, Rebouças, Curitiba/PR (Brasil). CEP 80.220-181

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.