DIAGNÓSTICO DA INOVAÇÃO NAS EMPRESAS DO SETOR ALIMENTÍCIO: um estudo no município de Ponta Grossa, Paraná

Marilisa do Rocio Oliveira, Nilda Tanski, Eliane de Fátima Rauski, Laurindo Panucci-Filho

Resumo


Este estudo busca identificar quais são as estratégias de inovação utilizada pelas empresas, a partir de um diagnóstico de inovação das pequenas e médias empresas atuantes no setor alimentício do município de Ponta Grossa, Paraná. A pesquisa se delineou de forma quantitativa para o tratamento dos dados e bibliográfica, na busca de conceitos. Por meio do diagnóstico de estudo em 22 empresas, foi possível determinar que poucas indústrias do setor alimentício do município de Ponta Grossa utilizam estratégias ofensivas e somente as líderes do mercado investem em P&D, desenvolvem inovações, mas no caso específico do município ainda não consideram importante as patentes, e nem a exploração de oportunidades.

Palavras-chave


Diagnóstico de inovação; Estratégia; Setor alimentício; Pesquisa e Desenvolvimento.

Texto completo:

PDF

Referências


BATEMAN, Thomas S; SNELL, Scott A. Administração: Construindo Vantagem Competitiva. São Paulo: Atlas, 1998.

BESSANT, John; CAFFYN, Sarah. High involvement innovation. International Journal of Technology and Management. v.14, n.1, 1997.

CARVALHO JUNIOR, Luiz Carlos. As estratégias de crescimento das empresas lideres e o padrão de concorrência das industrias avícola e suinicola brasileiras. 1997. Tese (doutorado), Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Florianópolis.

CASTRO, Bernardo Hauch Ribeiro. Estratégias de inovação: um estudo na indústria de máquinas e implementos agrícolas no Brasil. 2004. Dissertação (Mestrado), Universidade Federal do Rio de Janeiro, COPPEAD, Rio de Janeiro.

FAYET, Eduardo Alves (org). Gerenciar a inovação: um desafio para as empresas. Curitiba: IEL/PR, 2010.

FERRAZ, João Carlos; KUPFER, David. ; HAGUENAUER, Lia. Made in Brazil: desafios competitivos para a indústria. Rio de Janeiro: Campus, 1995.

GUILHEM, Mário Sérgio Benedeti. Potencial de desenvolvimento da indústria de alimentos do Norte Pioneiro do Paraná. 2009, Dissertação (Mestrado), Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

HAGUENAUER, Lia. Competitividade, conceitos e medidas: uma resenha bibliográfica recente com ênfase no caso brasileiro. Rio de Janeiro: UFRJ/IEI, nº 211, 38 p. (Texto para Discussão) 1989.

HAGUENAUER, Lia. Competitividade: conceitos e medidas: uma resenha da bibliografia recente com ênfase no caso brasileiro. Revista de Economia Contemporânea, v. 16, n. 1, p. 146–176, abr. 2012.

HOWELL, Jane. M.; HIGGINS, Christopher A. Champions of technological innovation. Administrative Science Quarterly, v. 35, n. 2, p. 317-341, 1990.

IPARDES. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social. Arranjos Produtivos Locais e o novo padrão de especialização regional da indústria paranaense na década de 90. Curitiba: IPARDES, p. 14, 2003.

KATZENBACH, John R; SMITH, Douglas K. Equipes de alta performance: conceitos, princípios e técnicas para potencializar o desempenho das equipes. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

KUPFER, Dadid. Padrões de concorrência e competitividade. Rio de Janeiro: UFRJ-IE, 1991.

KURATKO, Donald F., HODGETTS, Richard M. Entrepreneurship: a contemporary approach.3. ed.. Fort Worth: Dryden Press, 1995.

MANUAL de Oslo: proposta de diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação tecnológica. (2007). Tradução da Financiadora de Estudos e Projetos. Paris: OCED, 2004. Disponível em: . Acesso em: 20 dez. 2016.

PAVITT, Keith. Some foundations for a theory of the large innovating firm. In: DOSI, G.; GIANNETTI, R.; TONINELLI, P. A. Technology and Enterprise in a Historical Perspective. Oxford: Clarendon Press, 1992.

PICCINA, Antonio M. A absorção de tecnologia e o aprendizado tecnológico: um estudo da dinâmica do processo e de fatores intervenientes. 1991, Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo.

PINTEC – Pesquisa de Inovação Tecnológica 2008. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

REIS, Dalcio R. Gestão da inovação tecnológica. 2. ed. Barueri (SP): Manole, 2008.

SLAPPENDEL, Carol. Perspectives on Innovation in Organizations. Organization Sudies, v,17, n. 1, 1996.

STAUB, Eugênio. Desafios estratégicos em ciência, tecnologia e inovação. Brasília: IEDI, 2001.

TIDD, Joe; BESSANT, John; PAVITT, Keith. Gestão da inovação. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2008.




DOI: https://doi.org/10.21902/jbslawrev.%20foco.v10i2.190

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Foco (Journal of Business Studies and Law), e-ISSN: 1981-223X

Rua Chile, 1678, Rebouças, Curitiba/PR (Brasil). CEP 80.220-181

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.